Entrevista Roosevelt Collier



Roosevelt Collier é um virtuoso do lap steel, popularmente conhecido como guitarra havaiana. O músico, que em novembro fará uma turnê pelo Brasil, bateu um papo com o Coluna Blues Rock e falou sobre as parcerias com Andy Hall (outro especialista no instrumento) e Michael League (do Snarky Puppy). "Andy Hall do String Dusters é meu grande amigo. Nós viemos de mundos musicais bem diferentes para colaborar juntos em um disco. Que momento inovador foi aquele! Atualmente estamos planejando o nosso próximo disco!", contou Roosevelt.

Natural da Florida, o norte-americano falou também sobre a infância em um daqueles projetos habitacionais financiados pelo Governo e o seu background musical. "Nós viemos de uma rica tradição de steel guitar na nossa Igreja desde os anos 1930. Meu tio, o falecido Reverendo Glenn Lee, me ensinou a tocar o instrumento quando era criança", recordou.

Seu primeiro disco solo, Exit 16, revela as suas virtudes e inspirações, e essas serão expostas durante o Rio das Ostras Jazz & Blues Festival entre os dias 12 e 15 de novembro. Sobre a expectativa de tocar em solo brasileiro, ele arremata que "Cara, eu mal posso esperar! Estou ansioso para ir ao teu país e deixar uma boa impressão. Não quero falar muito porque quero experimentar/sentir o país como ele é, mas estarei pronto para tocar!".



Ugo Medeiros - Você é da Florida. Que tipo de música você escutava no teu bairro?


Roosevelt Collier - A minha casa tinha bastante gospel, blues e funk e também hip-hop que estava crescendo. Eu fui criado em um bairro com mais projetos habitacionais em crescimento.


UM – Quase todo músico afro-americano começou na Igreja. Foi o teu caso?

RC - Com certeza, fui nascido e criado na Igreja. Meu avô era pastor e todos os seus filhos (oito), inclusive a minha mãe, todos tocavam instrumentos ou cantavam bastante na Igreja.


UM – Como o lap steel entrou na tua vida?

RC - O steel guitar [N.E: não ficou claro se referiu ao violão tradicional de aço (steel guitar) ou ao lap steel] era o principal instrumento na nossa Igreja e na minha família. Nós viemos de uma rica tradição de steel guitar na nossa Igreja desde os anos 1930. Meu tio, o falecido Reverendo Glenn Lee, me ensinou a tocar o instrumento quando era criança.


UM – Poderia falar sobre os The Lee Boys?


RC - Claro, The Lee Boys é a banda da minha família. O nome veio da nossa família, "Lee", meu avô era Robert E. Lee. Os filhos dele (meus tios) Glenn e Alvin são co-fundadores dos Lee Boys. Glenn Lee morreu em 2000 após a luta contra o câncer. Em 2002 Alvin Lee junto com seus irmãos e sobrinhos decidiu levar a banda para a estrada, e cobriram muito chão naquele período... Essa é a minha herança de família!


UM – Snarky Puppy, na minha opinião, é uma das maiores bandas atualmente. Você tem uma boa relação com Michael League, co-fundador da banda, certo?

RC - Concordo, o Snarky Puppy quebrou muitas barreiras para a música instrumental e na cena atual. Engraçado, enquanto eu respondo a pergunta, estou sentado perto do Michael, aqui na Espanha. Estou em uma banda chamada Bokante. Mike é meu grande amigo.


UM – Você gravou um disco com bastante virtuosismo com Andy Hall, Let the Steel Play. Poderia falar sobre o álbum?


RC - Com certeza! Andy Hall do String Dusters é meu grande amigo. Nós viemos de mundos musicais bem diferentes para colaborar juntos em um disco. Que momento inovador foi aquele! Atualmente estamos planejando o nosso próximo disco!


UM – Em 2018 você gravou Exit 16, teu primeiro álbum solo. Poderia falar sobre o disco?

RC - Esse disco é muito especial para mim, meu primeiro trabalho solo com colaboração [N.E: co-written] do Michael League do Snarky Puppy. Esse disco foi concebido e desenvolvido para me ajudar a me tornar o artista que sou hoje e o artista que desejo me tornar no futuro. Outros membros do Snarky Puppy participaram das gravações!


UM – Quais as suas maiores influências no lap steel? Algum músico havaiano?

RC - Surpreendentemente não escuto muito outros músicos do lap steel, como influências. Sempre me peguei escutando outros instrumentos e vozes, apesar de que escuto e adoro Derek Trucks...


UM – Em novembro você fará uma turnê pelo Brasil, estará, inclusive, no Rio das Ostras Jazz & Blues Festival. Poderia falar sobre a turnê?

RC - Cara, eu mal posso esperar! Estou ansioso para ir ao teu país e deixar uma boa impressão. Não quero falar muito porque quero experimentar/sentir o país como ele é, mas estarei pronto para tocar!





ENGLISH VERSION:


Ugo Medeiros – You’re from Florida. What kind of music did you listen to in your neighborhood?


Roosevelt Collier - My household was a lot of gospel , blues and funk as well as hip hop growing up. I was raised in a more project neighborhood growing up.


UM – Almost every black musician started out playing in church. Was it your case too?

RC - Of course. I was in born and raised in the church . My Grandfather was the Pastor and all of his children (8) including my mother, either played instruments or sing in church very much ..


UM – How the lap steel came up in your life?

RC - The steel guitar was the main instrument in our church as well as my family. We come from a rich tradition of Steel guitar in our church dating back to the 1930’s... My Uncle, the late Reverend Glenn Lee, hand taught me the instrument as a young child .


UM – Could you talk about the The Lee Boys?


RC - Of course. The Leeboys is my family band. The name comes from our Family Name “Lee”. My grandfather name was Robert E.Lee . His Sons (my uncles ) Glenn & Alvin ,are the co founders of The Leeboys. Glenn Lee died back in the year of 2000 to the fight of cancer. In 2002, Alvin Lee along with his other brothers and nephews decided to take the band on the road full time in which we covered a lot of ground in that time frame… This is my family heritage !


UM – Snarky Puppy, in my opinion, is one of the greatest band today. You have a good musical relation withMichael League, right?

RC - I agree. Snarky Puppy has broken a lot of barriers for instrumental music and the current scene . Funny , as I’m responding to this question , I’m actually sitting next to League , here in Spain. I’m in a band with called Bokante . Mike is my good friend .


UM – You recorded an album with a lot of virtuosity with Andy Hall, “Let the Steel Play”. Could you talk about the album?


RC - Absolutely… Andy Hall of the Infamous StringDusters, is my good friend . We came together from two different worlds of music to collaborate on a record together. What history ground breaking moment that was. We are currently planning the next record now !


UM – In 2018 you recorde Exit 16, your first solo álbum. Could you talk about?

RC - This record is very special to me. My first solo record produce and co-written by Micheal League of Snarky Puppy.. This record was planted and developed to help me become the artist I am today and the artist I’m thriving to become in the future. Other players on the record were members of Snarky Puppy as well!


UM – Who are your major influences on Lap Steel? Any hawaiian musician?

RC - Surprisingly, I really don’t listen to a lot of other steel players for influence. I’ve always found myself listening to other Instruments and voices even though I do listen and love Derek Trucks …..


UM – In november you’re gonna touring in Brazil. Could you talk about it?

RC - Man I can’t wait … I’m excited to come over to your country and leave with a good impression …. I dont won’t to say much because I’m looking to experience the country how it comes . But, I will be ready to play !

  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

ajude o coluna blues rock manter as atividades! a boa música agradece!

chave-PIX:

contatobluesrock@gmail.com

1200px-Pix_logo.svg_.png
1200px-Pix_logo.svg_.png
exponha a sua  marca aqui! 

Seja um patrono da cultura!
Destaques:
 procurar por TAGS: